9 julho 2018

As redes sociais não são mais o abrigo dos memes, textões e selfies, agora, elas também dão espaço para a voz de uma nova geração de poetisas que sorrateiramente vem nos tirando o folego com seus versos certeiros.
Que o mundo dá voltas todo mundo sabe, mas em uma dessas voltas, algo fora do comum aconteceu: a poesia caiu no gosto do povo. A ideia de que poesia era uma coisa intelectual demais, destinada apenas à uma minoria que sabia interpreta-las foi por água abaixo! Poesia virou a febre do momento, os livros estão estão em primeiro lugar nas vendas e são a primeira coisa que você vê ao entrar na livraria.

Com versos diretos e simples, mas com a capacidade de nos arrancar o ar, estes escritores tratam de diversos temas como feminismo, relacionamento abusivo, amor e liberdade.
Nós aqui do Garota Turquesa separamos alguns autores que você P R E C I S A dar uma chance, e o único alerta que damos é: CUIDADO! Você pode ficar com uma vontade estranha de querer tatuar cada uma das poesias pelo seu corpo!

1 – RUPI KAUR
Rupi é uma indiana de 24 anos, ela agora mora do Canadá e vem se tornando um fenômeno de vendas graças aos seus livros “Outros Jeitos de Usar a Boca” e “O Que o Sol Faz Com as Flores”. Suas poesias são carregadas de feminismo e abordam temas como violência e perdas.

eu não fui embora porque
eu deixei de te amar
eu fui embora porque quanto mais
eu ficava menos
eu me amava

2 – RYANE LEÃO
Rayane é uma brasileira de Cuiabá, radicada em São Paulo. Ela estudou Letras e começou a divulgar suas poesias no Instagram e em alguns “lambe lambes” que espalhava pela cidade. Seu livro “Tudo Nela Brilha e Queima” foi publicado, e é voltado para o empoderamento feminino.

Sou vendaval
E te convido
dança comigo
Nessa tempestade
Que é ser eu?

3 – ATTICUS POETRY
Não tem muito o que se dizer, e essa é a melhor parte: ninguém sabe quem é Atticus Poetry! Pode ser mulher, homem, uma senhora, um adolescente… Não vamos descobrir tão cedo, e a frase para explicar seu mistério é que Atticus faz isso para sempre se lembrar de escrever o que sente e não o que os outros acham que ele deveria sentir. É um dos poetas que mais tem suas frases tatuadas e normalmente falam sobre o espirito selvagem, amor e corações partidos. Seu livro acabou de ser lançado no brasil, intitulado como “Gosto Dela Livre”.

Her heart was wild.
but I didn’t want to catch it,
I wanted to run with it,
To set mine free.

5 – NIKITA GILL
Nikita Gill é uma inglesa que teve suas obras rejeitadas pelas editoras nada menos do que 137 vezes! Ela não desistiu, agora tem milhares de seguidores, e três livros publicados, infelizmente, nenhum deles ainda foi traduzido para o português “Your Soul Is a River”, “Wild Embers: Poems Of Rebelion, Fire and Beauty” e “Fierce Fairy Tales: & Other Stories to Sit Your Soul”. Alguns dizem que sua poesia lembra as de Rupi Kaur, e deve ser porque ela também enfatiza muito o feminismo em seus versos.

Some days
I am more wolf
than woman
and I am still learning
how to stop apologizing

As redes sociais não são mais o abrigo dos memes, textões e selfies, agora, elas também dão espaço para a voz de uma nova geração de poetisas que sorrateiramente vem nos tirando o folego com seus versos certeiros. Que o mundo dá voltas todo mundo sabe, mas em uma dessas voltas, algo fora do comum […]

Leia mais

escrito por

Apenas uma escorpiana de 21 anos tentando se formar em letras, dividindo o tempo entre ir para as festinhas, ler todos os livros e assistir todas as séries possíveis e, entre tudo isso, numa mistura doida, escrever historias que já ouviu, viveu e criou. Para me conhecer melhor me segue nas redes sociais @nannasl



17 janeiro 2018

Livro: A guardiã de Histórias (The Archived #1).
Autor(a): Victoria Schwab.
Editora: Bertrand Brasil.
Páginas: 322.

Sinopse oficial: Imagine um lugar onde, como livros, os mortos repousam em prateleiras. Cada corpo tem uma história para contar, uma vida disposta em imagens que apenas os Bibliotecários podem ler. Aqui, os mortos são chamados de Histórias, e o vasto domínio em que eles descansam é o Arquivo. Mackenzie Bishop é uma implacável Guardiã, cuja tarefa é impedir Histórias geralmente violentas de acordar e fugir do Arquivo. Naqueles domínios, os mortos jamais devem ser perturbados, mas alguém parece estar, deliberadamente, alterando Histórias e apagando seus trechos essenciais. A menos que Mac consiga juntar as peças restantes, o próprio Arquivo sofrerá as consequências.

A guardiã de histórias fala sobre aquele velho ditado: “cada um tem sua historia”, aqui, no entanto, essa frase é levada a sério. Cada pessoa tem sua historia, e, para cada uma dessas pessoas que morrem, uma pequena gaveta surge no arquivo guardando todas as suas experiências e lembranças pela eternidade, não em forma de livros, como é o esperado, mas sim, como um corpo conservado.

Mackenzie Bishop é uma guardiã. Treinada por seu avô desde muito cedo, ela foi a guardiã mais jovem a proteger os estreitos e faz isso de forma exemplar. O problema é que Mac é uma guardiã brilhante, mas é péssima em ser uma adolescente normal de dezesseis anos. Sua vida no exterior vai de mal a pior. Sua família vive um momento delicado graças a morte recente de seu irmãozinho, por isso, eles se mudam para o Coronel, um prédio velho, caindo aos pedaços e dai em diante sua vida só piora.

Como todo prédio antigo, o Coronel carrega muitas historias e Mac descobre uma delas bem no piso gasto de seu novo quarto. Um assassinato que aconteceu há anos, sem pista alguma, sem prisões, sem historia. Intrigada, a guardiã vai investigar a fundo e descobrir quem anda alterando as historias alheias, tudo isso enquanto tenta dar conta dos estreitos carregados, de sua família louca e de Wesley, um rapaz que parece lhe entender como ninguém.

Os capítulos são escritos em primeira pessoa, dessa forma conhecemos mais afundo Mackenzie e seus pensamentos e sentimentos. Além disso, alguns capítulos são intercalados com alguns flashbacks de sua infância com seu avô, e assim entendemos mais como ela se tornou uma guardiã. Quanto a leitura, é de fácil compreensão e o livro flui bem, apesar de sentir que o início do livro foi um pouco parado. Leva algumas boas páginas até que ele pegue no tranco e te prenda, mas quando o faz, você não quer largar o livro.

A guardiã tem um enredo muito original e sinto que poderia ter sido mais desenvolvido em alguns aspectos, principalmente os mistérios pois era fácil matar a charada logo de cara, fora isso, é um livro ótimo e como um Young Adult cumpre bem seu papel de ser leve e entreter. Vocês já conheciam A Guardiã de Histórias? Ficaram curiosos para conhecer? Me contem aqui nos comentários.

Livro: A guardiã de Histórias (The Archived #1). Autor(a): Victoria Schwab. Editora: Bertrand Brasil. Páginas: 322. Sinopse oficial: Imagine um lugar onde, como livros, os mortos repousam em prateleiras. Cada corpo tem uma história para contar, uma vida disposta em imagens que apenas os Bibliotecários podem ler. Aqui, os mortos são chamados de Histórias, e […]

Leia mais

escrito por

Apenas uma escorpiana de 21 anos tentando se formar em letras, dividindo o tempo entre ir para as festinhas, ler todos os livros e assistir todas as séries possíveis e, entre tudo isso, numa mistura doida, escrever historias que já ouviu, viveu e criou. Para me conhecer melhor me segue nas redes sociais @nannasl



30 dezembro 2017

Título: Fiquei com Seu Número
Autor: Sophie Kinsella
Editora: Record
Número de Páginas: 654
Ano de Publicação: 2012

Sinopse oficial – A jovem Poppy Wyatt está prestes a se casar com o homem perfeito e não podia estar mais feliz… Até que, numa bela tarde, ela não só perde o anel de noivado (que está na família do noivo há três gerações) como também seu celular. Mas ela acaba encontrando um telefone perdido no hotel em que está hospedada. Perfeito! Agora os funcionários podem ligar para ela quando encontrarem seu anel. Quem não gosta nada da história é o dono do celular, o executivo Sam Roxton, que não suporta a ideia de ter alguém bisbilhotando suas mensagens e sua vida pessoal. Mas, depois de alguns torpedos, Poppy e Sam acabam ficando cada vez mais próximos e ela percebe que a maior surpresa da sua vida ainda está por vir.

Eu fiquei com o seu número, de Sophie Kinsella, é definitivamente uns dos meus livros preferidos em 2017, pois Sophie consegue te transportar para as aventuras de Poppy Wyatt naturalmente. Logo de início, já estava completamente envolvida com a história e me divertindo. Os livros de Sophie Kinsella têm um ritmo alucinante, sendo uma característica dela e dos livros do gênero chick-lit, mas acredito que ela consegue fazer isso com maestria.

O livro apresenta um enredo ágil, de fácil entendimento, engraçado e cativante e é impossível parar de ler ou de não se envolver com a história. Nesse livro, temos um personagem importantíssimo para o enredo, o celular de Poppy, sendo que ela acaba desenvolvendo uma relação extremamente obsessiva com ele pois, desde o início, ele apresenta a ligação da protagonista com alguma outra coisa, dessa maneira o celular tem um papel importante para o desenrolar de toda a história.

Poppy Watt, é definitivamente a personagem mais divertida, cativante e doida, mas no bom sentido da palavra, pois ela faz de tudo para recuperar seu anel perdido, até mesmo ficar com um celular de um estranho, mas apesar de ser uma personagem bem animada, o sumiço do anel vai trazer novas emoções e descobertas para a vida de Poppy. Em determinado momento do livro Poppy vai ser deparar com um questionamento: se ela deve seguir os seus instintos ou ficar com o caminho mais confortável, e nós como leitores torcemos por ela de forma involuntária.

Sophie Kinsella consegue nos fazer mergulhar de cabeça em sua história. Fiquei com seu número, é um livro completo pois, tem humor, intriga, romance. E por falar em romance, foi o que me mais me agradou e o que me arrancou mais suspiros, o desenrolar do romance me surpreendeu. Foi previsível? Um pouquinho. Clichê? Um pouquinho também, mas foi extremamente fofo, não de uma forma óbvia. Carregado de tensão e incertezas, a história de amor é completamente apaixonante.

De forma geral, o livro me surpreendeu, me prendeu em cada página, em cada folha me divertia com Poppy. Têm uma história bem desenvolvida, que surpreende com o seu decorrer. Os personagens são bem consistentes e posso garantir que vai ser uma leitura ótima, apaixonante e divertida. Esse livro é ótimo para quando estamos querendo esquecer um pouco da vida e ler algo mais leve. É uma ótima dica para essas férias de verão.

Título: Fiquei com Seu Número Autor: Sophie Kinsella Editora: Record Número de Páginas: 654 Ano de Publicação: 2012 Sinopse oficial – A jovem Poppy Wyatt está prestes a se casar com o homem perfeito e não podia estar mais feliz… Até que, numa bela tarde, ela não só perde o anel de noivado (que está […]

Leia mais

escrito por

Escorpiana, 22 anos, estudante de letras, criadora do Garota Turquesa. Deixou seus medos para trás e foi realizar seu sonho. Para me conhecer melhor me siga nas redes sociais @Gabimodolo26





desenvolvido por QRNO