1 janeiro 2019

Há 24 horas para um ano novo, cheio de novas possibilidades e novos começos, estou sentada com meu notebook no colo em minha antiga casa de infância, deixando o vento tomar conta de mim. Olhando para uma das paisagens mais bonitas e simples que já vi, mas que um dia fugi e nunca quis voltar. Restando apenas algumas horas para o fim de 2018, me deparei com aquela mesma menina que morava nessa casa com apenas 11 anos de idade e com alguns anos a mais consigo ver o passado com mais clareza e com uma nova perspectiva de um futuro melhor.

Talvez essa seja a mágica de final de ano. Entender o passo, honrá-lo, respeitá-lo tanto as vivências boas quanto as ruins, e por fim crescer. O ano de 2018, realmente não foi um ano fácil, bom pelo menos para mim. Falo tanto pessoalmente, profissionalmente, quanto socialmente ou politicamente. Descobri que algumas pessoas têm muito ódio dentro de si e querem moldar o mundo somente de uma cor, sendo que, já vimos que isso nunca dá certo, mas prefiro acreditar na esperança e na empatia.

Mas falando de uma perspectiva um pouco mais geral, no fim valeu a pena, fiz amizade com pessoas imagináveis, que está tudo bem em matar algumas aulas da faculdade para ir para o bar com seus amigos, descobri também que alguns amores não precisam ser rotulados ou entendidos pelos outros, e que família é a coisa mais importante que temos.

Em 2018 planejei, fiz tantas resoluções e planos, mas alguns deles não aconteceram e outros mudaram completamente, pois a vida aconteceu, ou melhor o dia-a-dia aconteceu e de verdade, fico feliz por não ter seguido com alguns planos. As coisas que menos planejamos ou esperamos podem ser a mais divertidas de serem descobertas. Neste novo ano de 2019, sinceramente já tinha uma lista enorme de novas resoluções, mas simplesmente apaguei todas elas e deixei a página em branco. Para não falar que não fiz nenhuma resolução, a minha única resolução para esse ano será: viver o presente.

Há 24 horas para um ano novo, cheio de novas possibilidades e novos começos, estou sentada com meu notebook no colo em minha antiga casa de infância, deixando o vento tomar conta de mim. Olhando para uma das paisagens mais bonitas e simples que já vi, mas que um dia fugi e nunca quis voltar. Restando apenas algumas horas para o fim de 2018, me deparei com aquela mesma menina que morava nessa casa com apenas 11 anos de idade e com alguns anos a mais consigo ver o passado com mais clareza e com uma nova perspectiva de um futuro melhor.

Talvez essa seja a mágica de final de ano. Entender o passo, honrá-lo, respeitá-lo tanto as vivências boas quanto as ruins, e por fim crescer. O ano de 2018, realmente não foi um ano fácil, bom pelo menos para mim. Falo tanto pessoalmente, profissionalmente, quanto socialmente ou politicamente. Descobri que algumas pessoas têm muito ódio dentro de si e querem moldar o mundo somente de uma cor, sendo que, já vimos que isso nunca dá certo, mas prefiro acreditar na esperança e na empatia.

Mas falando de uma perspectiva um pouco mais geral, no fim valeu a pena, fiz amizade com pessoas imagináveis, que está tudo bem em matar algumas aulas da faculdade para ir para o bar com seus amigos, descobri também que alguns amores não precisam ser rotulados ou entendidos pelos outros, e que família é a coisa mais importante que temos.

Em 2018 planejei, fiz tantas resoluções e planos, mas alguns deles não aconteceram e outros mudaram completamente, pois a vida aconteceu, ou melhor o dia-a-dia aconteceu e de verdade, fico feliz por não ter seguido com alguns planos. As coisas que menos planejamos ou esperamos podem ser a mais divertidas de serem descobertas. Neste novo ano de 2019, sinceramente já tinha uma lista enorme de novas resoluções, mas simplesmente apaguei todas elas e deixei a página em branco. Para não falar que não fiz nenhuma resolução, a minha única resolução para esse ano será: viver o presente.

escrito por

Escorpiana, 22 anos, estudante de letras, criadora do Garota Turquesa. Deixou seus medos para trás e foi realizar seu sonho. Para me conhecer melhor me siga nas redes sociais @Gabimodolo26


desenvolvido por QRNO