30 dezembro 2017

Título: Fiquei com Seu Número
Autor: Sophie Kinsella
Editora: Record
Número de Páginas: 654
Ano de Publicação: 2012

Sinopse oficial – A jovem Poppy Wyatt está prestes a se casar com o homem perfeito e não podia estar mais feliz… Até que, numa bela tarde, ela não só perde o anel de noivado (que está na família do noivo há três gerações) como também seu celular. Mas ela acaba encontrando um telefone perdido no hotel em que está hospedada. Perfeito! Agora os funcionários podem ligar para ela quando encontrarem seu anel. Quem não gosta nada da história é o dono do celular, o executivo Sam Roxton, que não suporta a ideia de ter alguém bisbilhotando suas mensagens e sua vida pessoal. Mas, depois de alguns torpedos, Poppy e Sam acabam ficando cada vez mais próximos e ela percebe que a maior surpresa da sua vida ainda está por vir.

Eu fiquei com o seu número, de Sophie Kinsella, é definitivamente uns dos meus livros preferidos em 2017, pois Sophie consegue te transportar para as aventuras de Poppy Wyatt naturalmente. Logo de início, já estava completamente envolvida com a história e me divertindo. Os livros de Sophie Kinsella têm um ritmo alucinante, sendo uma característica dela e dos livros do gênero chick-lit, mas acredito que ela consegue fazer isso com maestria.

O livro apresenta um enredo ágil, de fácil entendimento, engraçado e cativante e é impossível parar de ler ou de não se envolver com a história. Nesse livro, temos um personagem importantíssimo para o enredo, o celular de Poppy, sendo que ela acaba desenvolvendo uma relação extremamente obsessiva com ele pois, desde o início, ele apresenta a ligação da protagonista com alguma outra coisa, dessa maneira o celular tem um papel importante para o desenrolar de toda a história.

Poppy Watt, é definitivamente a personagem mais divertida, cativante e doida, mas no bom sentido da palavra, pois ela faz de tudo para recuperar seu anel perdido, até mesmo ficar com um celular de um estranho, mas apesar de ser uma personagem bem animada, o sumiço do anel vai trazer novas emoções e descobertas para a vida de Poppy. Em determinado momento do livro Poppy vai ser deparar com um questionamento: se ela deve seguir os seus instintos ou ficar com o caminho mais confortável, e nós como leitores torcemos por ela de forma involuntária.

Sophie Kinsella consegue nos fazer mergulhar de cabeça em sua história. Fiquei com seu número, é um livro completo pois, tem humor, intriga, romance. E por falar em romance, foi o que me mais me agradou e o que me arrancou mais suspiros, o desenrolar do romance me surpreendeu. Foi previsível? Um pouquinho. Clichê? Um pouquinho também, mas foi extremamente fofo, não de uma forma óbvia. Carregado de tensão e incertezas, a história de amor é completamente apaixonante.

De forma geral, o livro me surpreendeu, me prendeu em cada página, em cada folha me divertia com Poppy. Têm uma história bem desenvolvida, que surpreende com o seu decorrer. Os personagens são bem consistentes e posso garantir que vai ser uma leitura ótima, apaixonante e divertida. Esse livro é ótimo para quando estamos querendo esquecer um pouco da vida e ler algo mais leve. É uma ótima dica para essas férias de verão.

Título: Fiquei com Seu Número
Autor: Sophie Kinsella
Editora: Record
Número de Páginas: 654
Ano de Publicação: 2012

Sinopse oficial – A jovem Poppy Wyatt está prestes a se casar com o homem perfeito e não podia estar mais feliz… Até que, numa bela tarde, ela não só perde o anel de noivado (que está na família do noivo há três gerações) como também seu celular. Mas ela acaba encontrando um telefone perdido no hotel em que está hospedada. Perfeito! Agora os funcionários podem ligar para ela quando encontrarem seu anel. Quem não gosta nada da história é o dono do celular, o executivo Sam Roxton, que não suporta a ideia de ter alguém bisbilhotando suas mensagens e sua vida pessoal. Mas, depois de alguns torpedos, Poppy e Sam acabam ficando cada vez mais próximos e ela percebe que a maior surpresa da sua vida ainda está por vir.

Eu fiquei com o seu número, de Sophie Kinsella, é definitivamente uns dos meus livros preferidos em 2017, pois Sophie consegue te transportar para as aventuras de Poppy Wyatt naturalmente. Logo de início, já estava completamente envolvida com a história e me divertindo. Os livros de Sophie Kinsella têm um ritmo alucinante, sendo uma característica dela e dos livros do gênero chick-lit, mas acredito que ela consegue fazer isso com maestria.

O livro apresenta um enredo ágil, de fácil entendimento, engraçado e cativante e é impossível parar de ler ou de não se envolver com a história. Nesse livro, temos um personagem importantíssimo para o enredo, o celular de Poppy, sendo que ela acaba desenvolvendo uma relação extremamente obsessiva com ele pois, desde o início, ele apresenta a ligação da protagonista com alguma outra coisa, dessa maneira o celular tem um papel importante para o desenrolar de toda a história.

Poppy Watt, é definitivamente a personagem mais divertida, cativante e doida, mas no bom sentido da palavra, pois ela faz de tudo para recuperar seu anel perdido, até mesmo ficar com um celular de um estranho, mas apesar de ser uma personagem bem animada, o sumiço do anel vai trazer novas emoções e descobertas para a vida de Poppy. Em determinado momento do livro Poppy vai ser deparar com um questionamento: se ela deve seguir os seus instintos ou ficar com o caminho mais confortável, e nós como leitores torcemos por ela de forma involuntária.

Sophie Kinsella consegue nos fazer mergulhar de cabeça em sua história. Fiquei com seu número, é um livro completo pois, tem humor, intriga, romance. E por falar em romance, foi o que me mais me agradou e o que me arrancou mais suspiros, o desenrolar do romance me surpreendeu. Foi previsível? Um pouquinho. Clichê? Um pouquinho também, mas foi extremamente fofo, não de uma forma óbvia. Carregado de tensão e incertezas, a história de amor é completamente apaixonante.

De forma geral, o livro me surpreendeu, me prendeu em cada página, em cada folha me divertia com Poppy. Têm uma história bem desenvolvida, que surpreende com o seu decorrer. Os personagens são bem consistentes e posso garantir que vai ser uma leitura ótima, apaixonante e divertida. Esse livro é ótimo para quando estamos querendo esquecer um pouco da vida e ler algo mais leve. É uma ótima dica para essas férias de verão.

escrito por

Escorpiana, 22 anos, estudante de letras, criadora do Garota Turquesa. Deixou seus medos para trás e foi realizar seu sonho. Para me conhecer melhor me siga nas redes sociais @Gabimodolo26


desenvolvido por QRNO